Planeamentos - Carlos Alberto gomes - Margem Sul Tejo

 

Praça Lima de Freitas

*** Necessita de ter instalada no seu pc, no mínimo, a versão 9 do Flash Player para visualizar correctamente este conteúdo ***
Verifique a sua versão







As três parcelas envolvidas na qualificação urbana da Praça Lima de Freitas estão separadas entre si pelas vias principais e envolvem a Praça a Norte, Nascente e Sul.

Pretende-se constituir uma unidade equilibrada no espaço envolvente da Praça.

A forma circular da Praça e a grande dimensão da mesma, é evidenciada pelo desenho urbano dos novos conjuntos habitacionais, que acompanha o seu movimento e pretende delimitar o horizonte espacial da mesma.

A Praça apresenta a contenção visual do seu espaço envolvente pelos volumes dos novos edifícios, deixando de se sentir a fluidez visual existente.

Os novos conjuntos de edifícios pretendem criar urbanidade na Praça, procurando diluir a intensidade de tráfego de atravessamento e acentuar mais as características de espaço urbano local. Esta intenção é enquadrada no objectivo referencial de assinalar a PORTA de entrada e saída do concelho.

As implantações das novas construções circundam a Praça e procuram criar amplos espaços públicos que possibilitam o desenvolvimento de relações de convívio e ao mesmo tempo de afastamento do tráfego rodoviário. A Praça passa a ter a sua forma acentuada por um conjunto de oliveiras dispostas circularmente, que amenizam o ambiente e através das copas e das sombras dão nova expressão à Praça.

A Praça assume a característica de espaço urbano qualificado.